Notícias

Chuteira barata é sinônimo de chuteira ruim – 3 dicas para você escolher a chuteira sem olhar o preço

Chuteira barata é sinônimo de chuteira ruim – 3 dicas para você escolher a chuteira sem olhar o preço

Quando falamos em esportes, é de suma importância que o conforto e a qualidade dos equipamentos usados pelo atleta sejam mantidos, senão afetará diretamente no seu rendimento. Escolher a opção mais barata, definitivamente, não é a solução e por isso iremos dar 3 dicas para escolher a chuteira sem olhar o preço.

No mercado das chuteiras, há modelos que custam cinquenta reais e modelos de mais de dois mil, e é claro que cada um deles está pensado para diferentes públicos. Isso não significa que você teria que optar pelo mais barato ou o mais caro. Existem várias opções que estão no intermédio entre os extremos, e é nelas que terá que focar.

Saiba agora como escolher a chuteira sem olhar o preço – sem cair no prejuízo, é claro. Acompanhe a leitura!

  • 1ª Dica: prove, experimente, teste!

Antes de qualquer coisa, estabeleça com sinceridade qual é o seu orçamento máximo para gastar com a chuteira – lembre-se que a qualidade é essencial para um bom desempenho em quadra. Não é hora de economizar, mas também não deve ficar com dívidas até o pescoço por causa disso.

Vá até a loja que possui mais opções de calçados esportivos da sua cidade e peça para ver todos os modelos. Neste momento, é essencial que a pessoa que pratique o esporte possa experimentar as chuteiras e testar de várias formas: andando, correndo, pulando, manobrando.

Para escolher a chuteira sem olhar o preço, é preciso fazer a compra acertada. Imagina, gastar muito em um modelo que não servirá?

  • 2ª Dica: Conheça as grandes marcas do mercado

As marcas de reconhecimento mundial são fundamentais na comprar algo? Não, mas elas servem de referência. Afinal, não é a toa que conseguiram alcançar um patamar alto no mercado.

Portanto, peça modelos de várias marcas: Adidas, Nike, Umbro, Puma e Topper. Verifique se o modelo escolhido tem características parecidas com as chuteiras fabricadas pelas empresas experientes.

Para dar aquela economizada na hora de escolher a chuteira sem olhar o preço, aproveite para verificar nos sites online das marcas, ou em portais web especializados em calçados esportivos. Normalmente saem com preço de fábrica.

  • 3ª Dica: A modalidade do seu jogo

Leve em consideração que, cada modalidade de jogo, exige um modelo de chuteira diferente. Tudo depende do tipo da superfície e exigências da modalidade que seja praticado. A chuteira para o futsal (futebol de salão) deve ter o solado totalmente liso, por exemplo. Enquanto que a chuteira para o society deve ter pequenas travas e a do futebol em grama não sintética deve ter ainda mais travas.

Se você ainda não tem muita familiaridade com os modelos, sempre dê uma pesquisada antes de sair para comprar e pergunte sempre ao vendedor da loja. Se perceber que o vendedor não sabe lhe orientar em relação a isso, pergunte ao seu instrutor/professor qual é o estilo de chuteira para a modalidade.

Esperamos que essas 3 dicas para você escolher a chuteira sem olhar o preço sejam realmente úteis para a sua procura!

Deixe um comentário